Release do Espetáculo

Release do Espetáculo

Numa floresta imaginária cheia de bruxas se converte no palco de uma história, capaz de fazer sonhar as crianças durante mais de uma hora. Esta peça prova que não é necessário um cenário sofisticado para captar a atenção dos mais pequenos. A simplicidade de uma história onde triunfa a amizade é suficiente para os levar ao teatro.

Sobe o pano enquanto entoa na sala uma canção que assim dá início à acção: "São terríveis as malvadas, fazem feitiços com escorpiões e aranhiços." A partir daí A Bruxinha que Era Boa está em cena. Ângela é um fracasso na escola de bruxas, já as suas três companheiras, Fredegunda, Fedorenta e Zarolha, são más a valer. Após o exame final, realizado pelo imperador de todas as maldades, Dom Belzebu III, as alunas que não aprendem os feitiços recebem como castigo a prisão na torre escura e a melhor aluna é premiada com uma vassoura a jacto. Mas por ser diferente, o único exercício que Ângela gosta de fazer é cavalgar na vassoura. Ao reprovar no exame, esta bruxa boa corre o risco de nunca mais ouvir o canto dos pássaros ou voar pelos céus, que são as suas diversões favoritas.
As bruxas más têm como missão contrariar a alegria na floresta, cheia de fadas, duendes e crianças felizes. Durante o único acto da peça, muitos planos para transformar o mundo, num local terrível, são engendrados. O melhor acontece quando uma certa música acaba com a raça das feiticeiras. A maldade fica presa na torre escura "para que a vida seja melhor quando houver fraternidade". Vamos destacar alguns atores que participaram desta trama, Logo abaixo!

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!